05/01/2017

Campanha do Ministério dos Transportes gera polêmica entre os internautas


O Ministério dos Transportes lançou neste mês uma campanha com a assinatura "Gente boa também mata" para alertar sobre 5 condutas mais perigosas no trânsito:

- Embriaguez ao volante
- Excesso de velocidade
- Ultrapassagens irregulares
- Uso de aparelho celular
- Não uso de dispositivos de segurança

O objetivo é diminuir o número de acidentes especialmente nas estradas durante as férias.

A campanha conta com anúncios nas ruas e um vídeo apresentando o conceito. 

Veja:



São imagens de "gente" praticando boas ações, mas que "também mata".

A campanha causou polêmica entre os internautas e se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter.

Veja: 







Há os que gostaram:





E há os criativos, rs: 


O deputado federal Ricardo Tripoli (PSDB-SP), novo líder da bancada na Câmara, disse em seu Twitter que solicitou a retirada dos cartazes: "Sobre a campanha do Ministério dos Transportes, informo que já solicitei a retirada dessa publicidade nas ruas, Sejamos vigilantes."


A intenção é das melhores, né? 

Na minha opinião, eu - Veronica, a campanha foi impactante e impactou a maioria. Um pouco agressivo? Concordo. Mas essa foi a ideia, provocar correto? 

Porém, as peças acabaram produzindo uma mensagem equivocada na maioria e isso acabou gerando a polêmica.


Numa campanha de publicidade, tudo o que é preciso explicar não é bom, mas há uma boa quantidade de publicitários que, como eu, defende que esse tipo de polêmica para chamar atenção para o fato.

O que achou? Deixe nos comentários o seu feedback.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: