03/01/2017

[Resenha] "A arte da negociação", segundo Donald Trump


E 2017 finalmente chegou. 

E o país mais influente do mundo já anda sentindo a grande mudança com sua nova liderança

Pra alguns o apocalipse se aproxima. 

Pra outros será uma nova fase para os Estados Unidos gerando novas oportunidades.

Donald Trump, o presidente eleito dos EUA, além de empresário, também já escreveu alguns livros. Dentre eles “A arte da negociação”. Lá ele descreve os 11 pontos chave da negociação.



Segundo ele, você será bem sucedido se seguir as seguintes coisas:


Pense Grande

Fato: a gente tem medo do sucesso

Leia também: A melhor forma de alcançar o sucesso é não perseguí-lo.

Não é fácil ser uma pessoa importante e esse nosso medo nos faz ter pensamentos medíocres e até pequenos. Mas pensar também é uma forma de planejar.

Pra pessoas como Trump não vale a pena ganhar bem e ter uma vida confortável. É necessário realizar algo, criar e inventar coisas novas pra fazer.

E Trump dá uma dica importante aqui: Um dos pontos principais para pensar grande ter um foco total. Essa é a qualidade mais percebida em empresários bem-sucedidos.


Prepare a base e o topo virá por si mesmo

Trump também entendeu que pra conseguir chegar ao topo é necessário construir primeiro as bases das coisas. Basicamente isso é planejamento estratégico.

Leia também: Descubra a importância de um (bom) planejamento.

É mais do que necessário estruturar pra você ter uma visão mais clara de onde quer chegar. Afinal, a melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.


Maximize suas opções

Trump também segue o velho ditado que diz: “Nunca coloque todos os ovos na mesma sacola”. 

Logo, é muito inteligente jamais ficar preso a um único negócio. Procure ter opções. 

No livro ele vai brincar com algo como “manter uma série de balões no ar, porque sabe que muitos vão cair”.

Isso também funciona para as argumentações. Tenha várias. Antes de ir fechar um novo negócio, entrar em uma entrevista de emprego, pesquise a empresa. Faça análises e crie uma série de argumentações.

Eu, eu mesmo. O cara que escreve esse texto raramente perdi uma entrevista de emprego depois que comecei a analisar as empresas e levantar as possíveis perguntas dos meus entrevistadores.


Conheça seu mercado

Clichê de marketing, mas é verdade. 

Vou contar uma história pessoal pra você ver como aprendi isso recentemente:

Atuei com marketing para uma revista de luxo aqui na cidade de Santos. Obviamente eu não pertenço ao mercado do alto luxo - e tenho poucos amigos com essa classe social.

Meu chefe sabia disso. 

Mas mesmo assim quis fechar contrato e passei a desenvolver o marketing da empresa. Pra mim ele entendia do mercado (ele dizia que entendia), mas não entendia. 

Resultado: quebramos.

Trump fala da mesma coisa: faça o que sabe. Trabalhe com o público que conhece. Se você é de publicidade e precisa conhecer vários mercados diferentes escolha alguns pra se aprimorar.

Leia também: [Pesquisa de Mercado] O pontapé inicial para a tomada de decisões.


Use sua alavancagem

“A pior coisa que você pode fazer em um negócio é mostrar-se desesperado para realizá-lo”. 

É como diz o rapper Rashid - “O mundo é igual um cachorro, ele pode sentir seu medo”.

Alavancagem pra Trump é você usar o que a outra parte da negociação quer, ou que precisa. 

Sempre dá pra fechar coisas grandes se você entender essa necessidade.


Promova sua localização

Estamos falando de geolocalização aqui. 

Entenda o que tem por perto, perceba o comportamento das pessoas que estão no seu bairro.

Trump trabalhou bastante com imóveis - tem uma rede de hotéis - e sabe do que está falando. A grande dica dele é: se o lugar é uma porcaria passe a ‘criar’ o lugar.

Você entendeu que eu sei. 

Somos criativos. Inventamos ‘do nada’ as coisas. Use essa criatividade e extraia o que tem de melhor da sua cidade e do seu bairro ao seu favor.

Leia também: Como ser criativo e nunca demitido?


Faça propaganda

Nessa parte Trump nos dá uma boa dica de marketing. E é exatamente o que estou fazendo aqui - o conteúdo.

Ao invés de promover anúncios no New York Times falando sobre seu novo projeto e gastar uns US$ 40 mil ele entendeu que se gerassem conteúdo sobre ele isso valeria muito mais do que os US$ 40 mil.

A outra coisa importante é que ele investia em publicidade quando as coisas ficaram ruins. 

Temos uma cultura estranha de cortar a verba de marketing quando as vendas caem. Mas mesmo as universidades ensinam exatamente o contrário: promova mais quando as coisas ficarem difíceis.


Reaja!

Por mais que a gente precise sempre pensar positivamente e estar de bem com todo mundo uma hora precisamos entrar em confronto.

Se você acredita no que faz, esteja pronto para se defender e a reagir porque muita coisa será feita e dita sobre você para que você não conclua sua missão.

Leia também: [Resenha] "O catador de sonhos", de Geraldo Rufino.


Cumpra suas promessas

Mentira tem perna curta. 

Trump fala o que já sabemos, mas que nem sempre praticamos.

Muitas vezes nós, profissionais de marketing, prometemos mundos e fundos para gerenciar uma conta - conforme o tempo passa a gente amadurece na área e percebe que não dá pra entregar tudo.

E fica chato demais quando a gente promete demais. E por isso precisamos estar cientes do que podemos entregar

Isso faz toda a diferença, além de dar uma boa reputação pra gente.


Reduza custos

Trump diz: “Você pode até sonhar alto. Mas serão só sonhos se você não puder realizá-los”. 

E o segredo disso é economize.

A gente realmente precisa aprender a priorizar as coisas e a perceber o que não deve ter a nossa atenção financeira. 

Mesmo pequenos negócios fogem do nosso controle e muitas vezes os centavos que nós não prestamos atenção viram um bom dinheiro no final do ano.


Divirta-se

Faça o que você gosta e nasceu pra fazer. 

Mesmo um cara que é um baby boomers, ou seja longe da nossa geração millennials, sacou que a gente precisa viver a nossa vida, não a das outras pessoas.

Pra Trump divertir-se é essencial.


E você, como está sendo sua carreira? 
Está se divertindo? 
Esse texto te ajuda?
Deixe sua opinião nos comentários :)

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: