05/12/2016

Você entende de internet? Então #calaaboquinha


Mais uma vez eu vou começar um texto meu usando a seguinte frase: “Essa é a era da informação, mas isso não significa sabedoria”.

Nos últimos dias eu larguei a CLT e resolvi empreender atuando como sócio em uma agência de Santos, a Lemon Labs. E então começou os pequenos desafios que eu já havia previsto.

Pra falar disso eu preciso falar um pouco do mercado santista de comunicação: é um mercado bairrista onde as pessoas só compram de quem conhecem ou por indicação - É talvez uma forma de ‘proteção econômica’.

É uma cidade tecnológica, mas muito das pessoas que detém negócios são mais velhas e estão agora começando a querer interagir e interligar marcas a internet

Logo, surge um mercado interessantíssimo cercado de desafios.

O grande problema desses ‘dinossauros que dominam o mercado’ é sua percepção sobre o que é comunicação e, mais precisamente, sobre o que é comunicação na internet.

Muitos ainda insistem, por exemplo, em desenvolver logos com muitas informações de cores, tipografias e objetos - uma hora dessas eu vou achar até um telefone dentro do logo, você vai ver!

Tenho esbarrado pessoas nessas últimas semanas que querem trazer o seu negócio pra dentro da internet. Eles querem realmente fazer seus sites e redes sociais, ter usuários engajados e tráfego, mas se apegam a antigos moldes acreditando que a receita funciona.

Em uma das conversas dessa semana eu notei, em pelo menos 3 prospecções, seus apegos aos seus logos e as suas redes sociais feitas de forma equivocada e sem planejamento - para eles ainda somos meros postadores de imagens no Facebook. Tsc! Tsc! Tsc!

Existe um apego por suas criações de um jeito que chega a ser risonho, na boa. 

A pessoa crê que o que ela fez está bom. Aí eu sempre rebato as afirmações com uma pergunta – “Meu querido, se está bom, por que você está procurando profissionais de comunicação para o seu negócio”?

Não faz sentido, né?

Esse meu post, mais com cara de desabafo e manifesto aqui para a Mkt News, é só uma forma de dizer que é necessário dar autonomia para que os profissionais de comunicação trabalhem e assim criem marcas apaixonantes e socialmente inteligentes.

Porque se você não entende de internet então "#caleaboquinha". (- palavras do autor)


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: