19/09/16

Guerreiros não nascem prontos. Se você está iniciando sua carreira, não deixe de ler


Nascer e viver no Brasil é um privilégio. 

Somos referência em criatividade no mundo e cobiçados por muitos heads de criação e inovação de várias partes do globo - “Como eles fazem o que fazem com tudo sendo contra?” é o pensamento de muitos deles.

Querer trabalhar com comunicação por aqui é realmente um grande desafio. Aqui é o lugar onde as pessoas acham que sabem desenvolver um logo, acham que conseguem escrever como um jornalista, acham que criam uma estratégia como um profissional de tempo no mercado e por aí vai.

Brasil é lugar do achismo

A gente acha que sabe e é por isso que somos um dos piores em planejamento - tudo nosso atrasa, tudo quebra fora do prazo de vida útil e tudo vira um desafio gigantesco.

Mas é bom passar por isso. 

É mais do que importante passar por dificuldades e tribulações no meio do voo. Aliás, não dá pra aprender a voar sem cair e dar com a cara no chão.

Esse texto é um incentivo aos profissionais de comunicação e um alívio a suas cabeças pesadas e olhos inchados por noites viradas escrevendo, elaborando, criando e desenhando. E o principal ponto desse texto é: Erre.


O poder do erro

Ser um comunicador é ter repertório. Suas vivências vão nortear suas percepções porque você já vai ter entendido o que deu errado no passado e como saiu das situações complicadas - e errar é essencial.

Quer ser realmente um profissional de comunicação bem sucedido

Viva. Esteja disposto a errar e a viver a consequência do erro analisando qual era o caminho que deveria ter sido tomado. 

Longe de ficar assombrado pelo que passou. Afinal, não dá pra voltar no tempo e mudar as coisas de lá.

Use o que aconteceu como rota para guiar seu feeling, sua percepção e encontre a solução dos seus problemas. E lembre-se sempre: ninguém nasce pronto.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: