05/09/16

Dicas essenciais de Marketing Pessoal Digital para impulsionar os negócios


Pesquisas recentes do SEBRAE revelam que, apesar do momento atual do país, o número de novos empresários aumenta a cada ano

Só em 2015 foram 1.027.534 novos microempreendedores individuais - pessoas que iniciaram um negócio próprio com, no máximo, mais 1 funcionário.

Esta mesma pesquisa revela que uma das maiores dificuldades enfrentadas está em conseguir novos clientes. Principalmente por que todos os dias os consumidores são impactados por uma infinidade ofertas de produtos e serviços.

A saída para atrair e fidelizar novos clientes passa por se tornar autoridade no seu mercado, mostrando às pessoas que você realmente sabe o que está falando e fazendo.

Por isso o marketing pessoal nunca foi tão importante quanto agora. E a boa notícia é que a internet torna tudo muito mais fácil.


Marketing Pessoal

Marketing pessoal está relacionado à forma como apresentamos nossa imagem perante outras pessoas.

O que pouca gente sabe é que a nossa imagem é propagada o tempo todo. Seja com quem estivermos interagindo. E, quer você goste ou não, as pessoas formam um conceito sobre nós, que se torna a nossa marca pessoal.
Mas, como já dissemos neste post aqui, não basta apenas por uma roupa nova, passar um gel no cabelo e sair de óculos escuro por aí. 

Estamos falando de marketing - lembra? 

Se você quer ser percebido como alguém de sucesso, é necessário estudar o ambiente, ver como se diferenciar de forma positiva, e planejar suas ações.  


Marketing pessoal na internet:

Agora que tivemos uma noção do que é marketing pessoal, vamos ver como isso se aplica ao ambiente digital.

O mundo está cada vez mais virtual. As pessoas têm se relacionado mais através da internet do que no ambiente offline. Por isso devemos nos preocupar com a imagem que estamos transmitindo neste canal.

É verdade que nos sentimos mais seguros para expressar nossas opiniões quando estamos do outro lado de uma tela de computador ou celular. E o número de pessoas alcançadas por um post, um comentário ou o compartilhamento de uma imagem nas redes sociais é imensurável.

A boa - ou má - notícia é que, assim como no mundo real, as pessoas formam um posicionamento em relação à nossa imagem virtual. E isso é fundamental para atrair ou espantar novos clientes.


Como impulsionar seu negócio através do marketing pessoal digital


1# Estude o seu mercado:

Veja como seu público alvo interage na internet. Em quais redes sociais estão, qual o tipo de linguagem e conteúdo eles curtem e compartilham, quais eventos geralmente frequentam, etc.

Dessa forma você será capaz de entender exatamente que tipo de linguagem e estratégia deve utilizar para se “enturmar” com seus possíveis clientes.

Exemplo: se você é um cantor de Hip Hop ou Funk, seu público alvo tem uma linguagem extremamente peculiar. Portanto, se abusar da formalidade dificilmente vai ter algum sucesso.


2# Defina quem você quer ser

Uma pergunta muito importante deve ser respondida: Como você quer ser percebido pelas pessoas?

Esta resposta vai apontar exatamente qual caminho vai trilhar perante seu público.

Por exemplo: se você é um consultor empresarial, provavelmente vai querer ser visto como uma pessoal de conhecimento notório naquilo que é sua especialidade.

A partir daí, toda sua comunicação visual e linguagem deverá ser coerente à percepção que espera das pessoas sobre você.


3# Foco no conteúdo

Sua principal preocupação está em oferecer conteúdo de qualidade. Esta é a chave para que as pessoas percebam que você domina o assunto relacionado ao que oferece.

Quando tem uma dor de dente você vai ao médico? Claro que não. Você procura um dentista. Da mesma forma, as pessoas terão você como uma autoridade no mercado e sempre procurarão você para resolver um problema.

Mas não considere com apenas artigos. Invista em criar vídeos, áudios, e-books e outros formatos para compartilhar seu conteúdo.



Dicas especiais para Redes Sociais



1# Seja profissional

Para agir de forma realmente profissional, não use seu perfil pessoal para tratar de coisas de sua empresa. Crie perfis específicos para o seu negócio.

Além de proteger a sua vida pessoal em caso de problemas relacionados ao negócio, isso te ajudará a ter uma linha de comunicação mais direcionada para possíveis clientes.


2# Definição de canais

Após estudar o mercado e identificar o comportamento de seu público alvo, esteja presente onde eles estão. Isso aumenta as chances de eles serem impactados por suas mensagens.

Existe um número muito grande de Redes Sociais atualmente, cada uma com um objetivo e característica diferente. Por isso, não peque pelo excesso. Não queira estar em todas as redes sociais existentes. Escolha três ou quatro de acordo com seu público e esteja lá de forma efetiva.


3# Engajamento

O melhor feedback que você pode ter para saber se está no caminho certo não é o número de pessoas curtindo ou seguindo seu perfil ou compartilhando suas postagens. Acredite, isto não quer dizer muita coisa.

Mais importante é o número de interações efetivas do seu público - quantas pessoas realmente convertem as ações que você propôs, seja clicar para baixar um material ou efetuar uma compra a partir de um link que você postou.

Os comentários no post ou as mensagens enviadas diretamente para você tem peso de ouro quando se trata de engajamentos. Estas são realmente as pessoas que querem interagir diretamente com você e acreditam no seu negócio e na sua marca pessoal.


4# Não faça propaganda o tempo todo

Dizer: “- Eu sou bom. Compre comigo!”, é o que a maioria das empresas ainda fazem. Por isso os clientes já estão cansados deste tipo de argumento.

Mostre que você é bom sem precisar dizer isto. Produzindo conteúdo eficiente, gerando depoimentos espontâneos de clientes, ou divulgação de trabalhos já realizados. Mas o importante é que seja de forma natural.

Para colocar em números, como exemplo: de cada cinco postagens, apenas uma deve ser divulgando um produto ou serviço. As outras quatro devem ser sobre assuntos do seu mercado, sem indicar diretamente o seu produto.


5# Cuidado com o visual

Responda rápido: supomos que você tenha um filho pequeno e precisa contratar uma babá para tomar conta dele enquanto você trabalha. Ai você tem a indicação de uma pessoa. Quando acessa o perfil dela no Facebook encontra uma série de fotos dela com cara de bêbada, em festas noturnas, e vários símbolos de apologia ao uso de drogas e armas.

Você a contrataria?

Exageros à parte, este exemplo mostra claramente o quanto você deve prestar atenção em todas as suas ações nas redes sociais.

Seja no perfil pessoal ou do seu negócio, antes de contratar ser contratado os possíveis clientes provavelmente pesquisarão seu nome na internet.

E o que eles achariam hoje sobre você?


Conclusão

A percepção das pessoas sobre quem você é tem influência direta na decisão de fechar negócio com você ou não, principalmente na internet. Se com grandes empresas funciona assim, com sua marca pessoal não seria diferente.

O ambiente virtual propaga a nossa imagem o tempo todo para uma infinidade de pessoas. Por isso, tome cuidado com seu comportamento digital.


Aliás, você já olhou seu perfil nas redes sociais hoje?


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: