09/08/16

Pokémon Go: Como as marcas estão aproveitando esse frenesi (bônus 7 dicas)


Em apenas algumas semanas após seu lançamento, o jogo Pokémon Go já havia se transformado em uma febre.

O app chegou ao Brasil esse mês (dia 03) e já está movimentando parques e locais que se transformaram em ginásios.

Se você não conhece o aplicativo, veja o trailer abaixo:


O jogo de realidade aumentada da Nintendo pode ser de grande uso para os lojistas e marcas. Há quem diga que pode ser uma nova ferramenta de marketing e já está ajudando restaurantes locais, cafés e pequenos varejistas nos Estados Unidos a atrair novos clientes.

Mas como?

Primeiramente, separamos 7 interessantes dicas para vocês. Anota aí:


#1 – Programe ações nas redes sociais
Use as redes sociais e convide os seus seguidores para caçar Pokémons na sua loja. Aproveite e faça uma promoção, ou distribua uns brindes para os jogadores que aparecerem. Isso vai fazer com que eles aproveitem a experiência com a sua marca, e não apenas no seu espaço.

#2 – Faça cartazes
Faça cartazes convidando as pessoas a entrarem no seu estabelecimento para caçar Pokémons. Se possível, liste quais já foram capturados na sua loja. A ideia é chamar a atenção dos jogadores deixando claro que você está atraindo Pokémons, coloque isso nos panfletos e cartões de visita, sinalizando dentro da loja, pendurando bandeiras e criando ofertas especiais. Cerifique-se de colocar o seu logotipo e o logo Pokémon Go em todos os materiais de marketing.

#3 – Libere o seu Wi-Fi para os jogadores
Crie um usuário e senha de convidado, e permita que as pessoas que aceitaram o seu convite nas redes sociais ou cartazes, façam uso da sua conexão para fazer a caçada e ficar na sua loja.

#4 – Compartilhe as fotos nas redes sociais
Peça para quem capturar Pokémons na sua loja, compartilhar as fotos das capturas em seus perfis no Facebook e no Instagram. Peça para que eles usem hashtags e marquem o seu perfil. Se possível, ofereça um brinde para quem fizer isso (ajuda muito). Pode ser também um live no Facebook, para mostrar ao vivo a interação na sua loja.

#5 – Alcance mais pessoas
Incentive os jogadores a avisarem para os seus amigos, que estão caçando Pokémons na sua loja, através de Check-Ins nas redes sociais.

#6 – Use uma Isca Pokémon
E se os Pokémons ainda não tiverem aparecido na sua loja, use uma “Isca Pokémon (Pokémon Lure, em inglês), para atrair os bichinhos para a sua loja.

#7 – Fidelize
cupom de desconto ou cadastre esse possível caçador/comprador em seu mailing. Isso permitirá que ele seja comprador, se não agora, no futuro. Se você tiver uma loja virtual, melhor ainda, divulgue isso, assim eles saberão que também podem adquirir seus produtos sem se descolar, maximizando seus lucros e alcance da sua marca.


Antes de começar a botar em prática o que foi dito nas dicas anteriores, se prepare. A sua loja pode receber um volume de pessoas muito maior que o normal, e você precisa se preparar para receber todo mundo da melhor maneira possível.


Alguns Cases:

- No Japão, o McDonald’s fechou uma parceria com o Pokémon Go para ser o primeiro patrocinador do game, transformando 3 mil lojas da marca em ginásios no Pokémon Go, pagando uma taxa por visita, parecida com o “custo por clique” do Google AdWords.

- O pizza bar L’inizio em Long Island, em Niva York, afirma que suas vendas saltaram em 75% pela ativação do recurso “módulo de atração” que atrai personagens Pokémons virtuais para a loja, assim atraindo jogadores próximos.

- O serviço de transporte Lyft ofereceu descontos para os usuários que estejam fazendo uma corrida até uma Poke Stop.

- Uma empresa de turismo do Tennessee criou um pacote especial Pokémon Go, que leva clientes para marcos específicos para capturar Pokémon ao longo da cidade. A empresa realiza 7 tours em 24hrs, cobrando 45 dólares por pessoa.

- Uma loja de roupas em Utah descobriu que sua localização no jogo era na verdade um Poke Stop. Aproveitou a chance e rapidamente colocou uma sinalização fora da loja dizendo que era um posto Pokémon, convidando as pessoas a tirarem fotos para a rede social, incentivando os jogadores a marca sua loja no post. A loja ganhou publicidade gratuita.

- Alguns clientes nos Estados Unidos estão decidindo onde eles vão jantar com base na informação de locais onde tem mais Pokémons. Nas minhas pesquisas para fazer esse post, vi o comentário de uma leitora em outro portal dizendo que seria ótimo encontrar locais assim para levar as crianças enquanto come.

Interessante não?


Sucesso do Aplicativo

A Nintendo está sempre tentando estimular que os jovens saiam de casa e conheçam pessoas, a empresa sempre procurou dar um caráter social aos seus jogos.

No entanto, por mais populares que o GameBoy, o DS e o 3DS sejam, eles nunca chegaram ao patamar de ação que os smartphones atuais.

Um aplicativo gratuito acessível nos smartphones das mais diferentes faixas de preço e tamanho de telas, os dispositivos são uma porta de entrada muito mais convidativa ao universo de Pokémon do que um portátil dedicado.

Especialistas dizem que é apenas uma questão de tempo antes de grandes marcas se juntarem a esse movimento.

“Não existia uma plataforma social de geolocalização que pode atrair tantas pessoas de uma só vez”, disse Cristophe Jammet, diretor de mídia social e móvel da consultoria DDG em Nova York.

“O app Pokémon Go claramente democratizou o uso da realidade aumentada”, acredita Marie Dolle, da kantar Media. “O jogo potencialmente funciona como um GoogleMaps ou Waze que te leva para lugares que você ainda não sabia que queria visitar. Essas ‘paradas Pokémon’ (Poke Stop) e os ginásios atraem os jogadores até localidades físicas, ajudando a transformá-los de caçadores de Pokémon em compradores”, aposta Dolle.

Dolle ainda completa dizendo que esses são mecanismos simples que permitem uma conexão entre o mundo físico e o mundo digital, uma combinação perfeita entre reforçar a importância dos estabelecimentos, trazer o consumidor para uma experiência imersiva e com conteúdo.

É o engajamento online dentro das lojas físicas.


O que achou?


Deixe seu comentário pois isso irá nos apontar se nossos textos são ou não interessantes :)

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: