12/05/16

Níveis de comunicação: saiba como analisá-los


A comunicação e sua importância para uma organização. As barreiras, as redes, os meios, os fluxos. Tudo isso foi abordado por aqui nas últimas semanas e, agora, chegou a vez de a gente falar sobre os níveis de análise da comunicação.

O estudioso Lee Thayer estabelece quatro níveis de análise dos problemas da comunicação. São eles: o intrapessoal, o interpessoal, o organizacional e o tecnológico. Vamos conhecê-los?!

NÍVEL INTRAPESSOAL: a preocupação maior é o estudo do que se passa dentro do indivíduo enquanto este adquire, processa e consome informações. Esta comunicação vai depender muito da capacidade de cada um, da suscetibilidade e do universo cognitivo do indivíduo.

NÍVEL INTERPESSOAL: se analisa a comunicação entre os indivíduos, como as pessoas se afetam mutuamente e, assim, se regulam e controlam uns aos outros.

NÍVEL ORGANIZACIONAL: se trata das redes de sistemas de dados e dos fluxos que ligam entre si os membros da organização e esta com o meio ambiente.

NÍVEL TECNOLÓGICO: o centro de atenção recai na utilização dos equipamentos mecânicos e eletrônicos, nos programas formais para produzir, armazenar, processar, traduzir e distribuir informações.

Quando se trata de uma empresa, esses níveis vão depender de sua tipologia e de seus objetivos. Aliás, outros autores, como Gary L. Kreeps, por exemplo, podem nomeá-los de outras maneiras.

De qualquer forma, o importante mesmo é entender que esses níveis devem ser sempre considerados, independentemente do contexto da organização.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: