01/07/15

Criação de Personas: Entenda quem é seu cliente ideal


A criação de personas não é é uma técnica nova, mas ainda poderia ser muito mais explorada do que é atualmente. É muito comum empresas e agências criarem campanhas ou planos de marketing sem ir a fundo nesse sentido e esquecendo de tentar entender profundamente quem é o cliente com quem estão querendo falar.

O que são personas?

Envolvendo conceitos utilizados em psicologia e em marketing, como arquétipos, a criação de personas basicamente se resume em criar personagens fictícios que representem fielmente quem é o cliente da sua empresa.

No caso de empresas com um produto único bem definido, é interessante criar apenas uma persona, porém existem casos em que os produtos de uma mesma empresa tem públicos-alvo muito distintos. Neste caso, é interessante entender cada público separadamente.

Por que criar uma persona?

Muitas vezes queremos criar campanhas para os nossos produtos, mas não sabemos muito bem quem são estas pessoas que queremos atingir. Por que não criarmos um personagem que represente a maioria destas pessoas?

Precisamos entender quantos anos esta pessoa tem, de que sexo ela é, qual a profissão dela, o que ela gosta de fazer nas horas vagas, qual o grau de instrução. Além destes, uma série de fatores que influenciam no que esta pessoa tem como hábitos e o que ela gostaria de consumir.

Como criar uma persona?

O maior erro cometido é tentar criar estas personas em cima do que nós, profissionais de marketing, achamos que é o nosso cliente. Esse "achômetro" muitas vezes está completamente equivocado e nossa comunicação ficará totalmente mal direcionada.

Portanto, para criar personas, é necessário usar dados, pesquisa. Podem ser dados de cadastros de nossos clientes, informações de últimos anos de vendas para entender o perfil ou até mesmo utilizar ferramentas de pesquisa para chegar numa informação mais relevante e assertiva.

Com estes dados, ficará muito mais fácil entender quem é esta cliente e a partir de então, tudo o que formos criar, tanto no campo de produto quanto no campo de comunicação, será direcionado para "esta pessoa".

Vamos criar uma?


Vamos pensar em uma persona para uma empresa de recrutamento de estagiários, por exemplo. Vamos chamá-la de Cláudia.

Cláudia, 19 anos, é estudante universitária e está no segundo ano do curso de Administração. Ela estuda a noite e está procurando oportunidades para trabalhar durante o dia para complementar seu conhecimento. Nas horas vagas, Cláudia gosta de ficar com seus amigos e frequentar locais onde possa relaxar e conversar sobre assuntos que gosta, como música e filmes. Ela não tem nenhuma experiência profissional, portanto procura oportunidades de emprego que não tenham dinheiro como prioridade e sim, aprendizado e chances de crescimento. Além disso, ela quer conhecer os diversos segmentos em que pode atuar, pois ainda não se decidiu em relação a qual prefere.

Conseguiram enxergar a Cláudia em suas mentes? Depois de conhecê-la melhor, não ficaria muito mais fácil de, por exemplo, criar uma campanha para atingi-la? Então por que não se habituar a usar esta técnica?

É claro para vocês quem é esta persona da sua marca? Se não, não perca tempo e utilize todos os dados que possui para criar a sua. Quanto mais informações tivermos, mais completa a nossa persona e muito melhor a nossa comunicação.

Boa sorte e deixem suas dúvidas ou comentários!


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: