27/05/14

Avião que transportará seleção na Copa ganha grafite de 'Os Gêmeos'


Vai ser fácil identificar o avião que transportará a seleção brasileira na Copa do Mundo. A fuselagem do Boeing 737 foi decorada com uma pintura assinada pelos gêmeos Otávio e Gustavo Pandolfo, grafiteiros internacionalmente conhecidos com trabalhos em vários países da Europa, Estados Unidos e Cuba.

O avião fará o primeiro voo com a nova cara na tarde dessa terça feira (27), entre Belo Horizonte e São Paulo, transportando passageiros convencionais. Quando não estiver transportando a seleção, o avião será utilizado normalmente, como qualquer outra frota.

A pintura faz uma homenagem à torcida brasileira, destacando a diversidade do povo brasileiro, segundo a companhia. Os Gêmeos contam que a motivação da pintura é que o público se identifique com algum dos rostos pintados. "Todo mundo já pensou em caminhar sobre as nuvens. E isto só é possível com um avião e as caras pintadas nele", explica Otávio.

É a primeira vez que a dupla de irmãos e grafiteiros estampa seus traços em um avião. Os artistas já pintaram castelos, prédios, túneis e trens e já espalharam seus grafites em diversos países.

A previsão inicial era de levar 15 dias para concluir o serviço, mas tudo acabou em uma semana. O processo consumiu cerca de 1,2 mil latas de spray. As asas não foram pintadas por questão segurança. "O cinza foi mantido porque é mais fácil de detectar problemas como vazamentos ou danos", diz engenheiro Alexandre Martins. Antes de tudo começar foram feitos testes para descobrir como fazer para a tinta aderir à fuselagem. A pintura antiga foi raspada e o spray aplicado. Depois é passado um verniz para proteger contra os raios UVA e UVB. 

O resultado final agradou bastante os funcionários do hangar da Gol no Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte e os próprios autores da obra confessam que gostariam de voar no Boeing que ficará com o grafite na fuselagem por dois anos. "Neste tempo pelo menos uma vezinha tem que dar", diz Gustavo. Antes de por a mão na massa, a dupla fez um esboço do projeto, mas durante a execução novidades apareceram. As duas turbinas têm a figura de uma pessoa e há uma razão para isso. "A turbina tem uma pessoa deitada. Resolvemos colocar a cabeça ali porque é o que faz o avião se mexer e a cabeça é o que faz tudo se mover".

A explicação é um exemplo do que a Gol pretendia quando escalou a dupla para o projeto de aproximar os passageiros da arte, conta a gerente diretora de Marketing. "Nosso principal ativo é a aeronave que virou uma arte itinerária". 



Confira algumas fotos:


  
  


Não sei vocês, mas eu curto demais os trabalhos dos Gêmeos e achei que o avião ficou lindo demais.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: