22/11/13

Como melhorar a taxa de conversão do seu website

Converter visitantes em clientes é o principal objetivo de qualquer negócio online. Muitas pequenas empresas acham que basta criar um site e esperar para que os clientes comecem a aparecer, mas não é tão simples assim. Lojas e serviços online muitas vezes ignoram fatores importantes que podem melhorar ou prejudicar substancialmente as taxas de conversão de um site (isso é, a porcentagem de visitantes que vem a se tornar um cliente).

Mas existem alguns passos simples que todo mundo pode implementar em um site para aumentar a taxa de conversão. Confira a seguir as dicas selecionadas pela equipe de Marketing do Wix:


1. Minimize os passos necessários para a compra

Quantos passos são necessários para que o visitante complete uma compra em seu site, a partir do momento em que ele acessa a página inicial até o clique final? A resposta a esta questão é fundamental para qualquer empresário que tenta compreender e melhorar a conversão de um website.

A regra de ouro diz que quanto mais cliques o visitante precisar dar, quanto maior o caminho a ser percorrido por ele, menos provável é que ele vá concluir o processo. É preciso que você analise e optimize o seu site para deixar este processo o mais curto possível. Menos cliques significam mais negócios! 


2. Seja Acessível

Fazer compras online exige uma grande dose de confiança. Uma forma de mostrar aos seus potenciais clientes que seu negócio é seguro e confiável é ser acessível a eles.

Forneça aos visitantes do seu site o maior número possível de opções de contato – telefone, e-mail, redes sociais, etc. A maioria das pessoas não confia no site de uma pequena empresa que possui apenas um formulário de contato. Também é vital que o visitante possa encontrar com facilidade os seus dados de contato em seu site, e de preferência em mais de um local diferente.


3. Call to Action

Um dos termos mais importantes no mundo do marketing online é o “Call to Action” ou “Chamada à Ação”. É basicamente um recurso usado para incentivar os usuários a executar uma determinada ação, na forma de um botão ou frase específicos que focam a atenção do visitante em algo que você espera que eles façam. Alguns exemplos de “chamadas” seriam “Compre Já”, “Assine Agora” ou “Saiba Mais”.

As ações de Call to Action sempre levam à um movimento por parte do visitante. Por isso mesmo, elas devem ser curtas e transmitir uma sensação de imediatismo (mas sem apressar o cliente). Verifique se a chamada à ação está em destaque no layout da página, pois ela não deve se misturar com o restante do texto. Além disso, lembre-se de usar essa ferramenta com sabedoria, não adianta cobrir todo o seu site com elas!

4. Visuais Atraentes e de Alta Qualidade

Parece ser uma coisa fácil de evitar, mas muitos donos de empresas online ainda cometem o erro de usar imagens e fotos antigas, feias e de baixa resolução de seus produtos ou serviços. Usar imagens de alta qualidade é uma necessidade absoluta. Se necessário, pense em até mesmo contratar um fotógrafo profissional para uma sessão fotográfica exclusiva.

Mas as imagens do seu site não dever ser apenas agradáveis, elas também precisam ser otimizadas para vender. Da mesma forma como você editaria um texto de Relações Públicas sobre o seu serviço para destacar todos os aspectos positivos, você precisa usar imagens que realmente enfatizem os pontos fortes do seu produto.


5. Comentários e Avaliações

É um fato bastante conhecido que a grande maioria dos compradores online consultam avaliações e comentários prévios antes de comprar algo na web. Exibir estes comentários de clientes satisfeitos é muito reconfortante, enquanto que a falta deles pode indicar que um produto tem muito pouco sucesso. Claro, uma vez que você permitir opiniões e comentários em seu site, você deve monitorá-los cuidadosamente para ter certeza que não irão prejudicá-lo.

Outra forma para fazer isso é criar uma página para depoimentos e citar os clientes satisfeitos. Basta contatar os clientes, pedir sua opinião e conseguir permissão para publicá-la.


Veja mais dicas de como melhorar seu site: http://migre.me/gJnIC
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: