09/01/13

Capriche na foto do seu produto. Seu cliente agradece.


Hoje em dia, com sites competindo ferozmente por cada clique dos usuários, encontrar formas de melhorar  a performance da sua loja se torna uma tarefa extremamente analítica. Posicionamento de banners e diferentes call-to-action podem fazer a diferença. Por essas razões, mergulhamos tão a fundo em estratégias online a ponto de esquecer conceitos básicos do varejo offline, e acabamos por esquecer de analisar o que pode fazer a diferença na hora de vender um produto, que a é a imagem dele.

Seu site é lindo, a navegabilidade é ótima, seus banners comunicam bem e são realmente clicados. Mas o que seu cliente quer ver em sua loja é o produto que ele busca. O primeiro contato que ele terá com esse produto vai ser através da foto que você escolheu para representá-lo. Aqui não temos vendedores para mostrar opções de cores, detalhes e diferenciais. Quem vai vender é a própria foto. E a descrição também. E as resenhas. E os vídeos. Mas aí já é assunto para outro post.

Erros graves. Não existe situação mais frustrante para um consumidor do que não conseguir ver detalhes do produto que ele tanto quer. Existem três formas para o varejista alcançar este “feito”: foto em baixa qualidade, foto sem zoom, foto de somente um ângulo do produto. De que adianta ver a foto de um celular se eu não tenho noção da espessura dele? Já tentei comprar um azeite que não possuía o grau de acidez na descrição. Não consegui ver na garrafa por falta de zoom. Se essas situações são frustrantes, imagina uma foto de produto danificado, sem tratamento da imagem, com foto trocada, sem foto e tem até aqueles que são um desenho e não uma foto. Imperdoável.

Quem tira as próprias fotos está na frente. Não depende das fotos do fabricante. Explora ângulos e capricha na resolução. Um tênis visto por cima, posicionado na diagonal, “ocupa” mais pixels na imagem (ou seja, fica maior, com mais detalhes e o arquivo mantém-se com o mesmo tamanho) do que um tênis visto na horizontal. São detalhes que fazem a diferença. Produtos ambientados humanizam e ajudam o cliente a visualizá-lo em seu próprio contexto. Foque nos diferenciais. Mostre o acabamento do sapato, a espessura do celular, como aquela bolsa pode ser usada, e por aí vai. Eventualmente você vai descobrir que tipo de foto vende melhor.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Veja também:

- Vale a pena enganar seus clientes?
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: